[Resenha] Lucinda Riley – As sete irmãs 02 – a Irma da tempestade

Sobre a autora :Lucinda Riley
Sobre o livro :  Arqueiro
Compre aqui : Livraria Curitiba , Livraria Cultura 
Agradeço a Editora arqueiro por fornecer uma ARC para resenha. 

Sinopse: Em A irmã da tempestade, segundo volume da série As Sete Irmãs, as vidas de duas grandes mulheres separadas por gerações se entrelaçam numa história sobre amor, ambição, família, perda e o incrível poder de se reinventar quando o destino destrói todas as suas certezas.Ally D’Aplièse é uma grande velejadora e está se preparando para uma importante regata, mas a notícia da morte do pai faz com que ela abandone seus planos e volte para casa, para se reunir com as cinco irmãs. Lá, elas descobrem que Pa Salt – como era carinhosamente chamado pelas filhas adotivas – deixou, para cada uma delas, uma pista sobre suas verdadeiras origens.Apesar do choque, Ally encontra apoio em um grande amor. Porém mais uma vez seu mundo vira de cabeça para baixo, então ela decide seguir as pistas deixadas por Pa Salt e ir em busca do próprio passado.Nessa jornada, ela chega à Noruega, onde descobre que sua história está ligada à da jovem cantora Anna Landvik, que viveu há mais de cem anos e participou da estreia de uma das obras mais famosas do grande compositor Edvard Grieg. E, à medida que mergulha na vida de Anna, Ally começa a se perguntar quem realmente era seu pai adotivo.

    Como não é segredo para ninguem , eu adoro uma boa musica, e esse foi um dos motivos para amar mais esse livro . Ally alem de ser uma eximia velejadora é fantastica com a flauta, e apesar de não saber muito bem de onde veio essa sua paixão .


“… Em algum momento, você tem que tomar a decisão entre perder a pessoa que você ama e sua própria sanidade.”

  Como vimos no primeiro livro Pa Salt deixou pistas para que cada uma , quando estivessem preparadas, seguir seu desdino revelando seu passado. no caso de Ally não foi diferente além das coordenadas deixadas por seu pai, ela recebeu um livro escrito por Jens Halvorsen, falando sobre a vida de Anna Landvik, uma cantora de sucesso  a 100 anos atrás que participou de obras de Edvard Grieg.  O livro é repleto de mistério e amor a musica , não tem como não amar essa leitura. 


Em momentos de fraqueza, você vai encontrar sua maior força.


Uma das coisas que chama a atenção é que em cada livro temos fragmentos de Pa Salt,  como um grande quebra – cabeças . confesso que estou curiosa com o proximo volume. 

A trilha sonora é com Lifehouse Storm …. 


Se eu apenas pudesse te ver
Tudo poderia ficar bem
E se eu pudesse te ver
Essa tempestade viraria luz



XoXo
Klau Tks

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s