[Resenha] Richelle Mead – Silêncio

“Algumas coisas não precisam de palavras. Às vezes é suficiente para apenas sentir. Você não tem que marcar e articular tudo o que está ao seu redor. “

Sobre a autora :Richelle Mead
Sobre o livro :  Galera Record , Skoob 
Leia um trecho – Silêncio 

 Sinopse – Pelo que Fei se lembra, nunca houve um ruído em seu vilarejo todos são surdos. Na montanha, ou se trabalha nas minas ou na escola, e as castas devem ser respeitadas. Quando algumas pesa-silenciosoas começam também a perder a visão, inclusive a irmã de Fei, ela se vê obrigada a agir e a desrespeitar algumas leis.
O que ninguém sabe é que, de repente, ela ganha um aliado: o som, e ele se torna sua principal arma. Ao seu lado, segue também um belo e revolucionário minerador, um amigo de infância há muito afastado em função do sistema de castas.
Os dois embarcam em uma jornada grandiosa, deixando a montanha para chegar ao vale de Beiguo, onde uma surpreendente verdade mudará
suas vidas para sempre. Fei não demora a entender quem é o verdadeiro inimigo, e descobre que não se pode controlar o coração.

 

 

“Observar não é o mesmo que experimentar. ”

   Uma das coisas que mais gosto nos livros da Richelle é que seus personagens principais, não são perfeitinhos, podem me criticar a vontade, mas é a realidade, em muitos livros vemos aquela personagem que começa fraca e sem perspectiva e se torna a badass. Bem Aqui temos Fei , que apesar de ser uma grande artista, assumiu o posto de aprendiz , um dos maiores na aldeia , para dar um futuro diferente para sua irmã.

“A perfeição é uma coisa admirável para esforçar -se. Mas isso é melhor saber quando parar. “

As pessoas na aldeia de Fei  estão lentamente ficando cegas, e morrendo de fome devido à diminuição da comida vindo do vale abaixo. Fei e seu amigo Li  resolvem descer  a montanha para confrontar os fornecedores de alimentos no vale e encontrar ajuda para sua aldeia. Ao longo da jornada, a mensagem do livro é aquela que fala de corrupção, ganância, ignorância voluntária e resistência à mudança. Bem como o descobrimento da jornada de Fei e Li. Bem uma das coisas que mais gostei é que neste loivro temos a mitologia ( tão caracteristica nos livros da Richelle ) Chinesa, bem como a utilização da linguagem de sinais, como algo normal.

“Nunca haverá outro nome no meu coração.”

   Muitos deram uma nota negativa sobre este livro, mas olhando algumas resenhas percebi que não levaram em condição que este é um youg adult, mesmo que a literatura esteja cheia de cenas fortes , não foi isso que a autora quiz passar aqui, para minha pessoa o importãnte é o sacrificio pessoal, e a descoberta de seus próprios talentos.

Bem como musica achei bacana colocar the sound of silence de Simon and Garfunkel. Já vou avisando é bem antiga. 

Porque uma visão um pouco arrepiante
Deixou sementes enquanto eu dormia
E a visão que foi plantada em meu cérebro
Ainda permanece dentro do som do silêncio

XoXo

Klau Tks

Anúncios

2 comentários sobre “[Resenha] Richelle Mead – Silêncio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s