[Review]A guerra que salvou minha vida

“Foi horrível, mas eu não desisti. Eu tinha persistido. Na batalha eu ganhei. “

Sobre a autora :Kimberly Bruker Bradley
Sobre o livro :  DarksideSkoob 

Sinopse – Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aprcapa-a-guerra-que-salvou-minha-vida-darkside-booksKimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos oximando.

Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.
armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.

Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios.

“Eu queria dizer um monte de coisas, mas, como de costume, eu não tinha as palavras para os pensamentos dentro da minha cabeça.”

        Ada é uma garota que viveu sempre a margem , criada como uma abominação pela sua mãe, percebe que a segunda guerra pode ser seu passe de liberdade.  Ela e seu irmão são mandados para o campo junto com dezenas de outros refugiados, e eles ficam com susan. 

“Eramos nós, pensei. Jamie e eu. Tínhamos caído por um buraco de coelho, caímos na casa de Susan, e nada fazia sentido, nem mais nem menos.

   Ainda havia uma guerra lá fora e ela crescia , ao mesmo tempo que Ada descobre que o pior é ter esperança. A esperança de algo lhe consome a cada dia, seja por ter seus sonhos frustrados, ou suas expectativas.  Então apos essa leitura eu sugiro que faça como Ada  e começe a aprender algo , que deveria ter sido feito a muito tempo. 

Então eu fiz o que eu deveria ter feito para começar. Ensinei-me a andar.”

XoXo

Klau Tks

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s